Funcionários da Previc estão preocupados com localização da superagência

Tem gerado preocupação nos quadros de funcionários da Previc a possível localização da superagência de regulação da previdência privada, unindo Previc e Susep, reiteradamente defendida pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. Como o nome de Solange Paiva Vieira já está praticamente acertado, e é sabido que ela não gostaria de trocar o Rio de Janeiro por Brasília, os funcionários da Previc estão concluindo que a nova agência tem grande probabilidades de ser sediada no Rio, o que obrigaria muitos deles a se mudarem para essa cidade.

Eventualmente uma parte dos funcionários poderia permanecer em Brasília, mas uma outra parte teria de se mudar para o Rio. Isso envolveria alteração de toda uma estrutura familiar, podendo afetar o emprego do conjuge, a escola dos filhos e as relações sociais de toda a família. Além disso, o funcionário deslocado teria que alugar ou vender seu imóvel, se próprio, na capital federal, e alugar ou comprar novo imóvel na capital fluminense.

Adicionalmente, como muitos estão no órgão cedidos por outras autarquias, há o risco de que alguns prefiram não trocar Brasília pelo Rio e peçam para voltar às suas autarquias de origem. Com isso, departamentos inteiros que foram montados nos últimos anos, como o de fiscalização, poderiam ser esvaziados.

Cada vez que o ministro Guedes toda no assunto a preocupação cresce em Brasília.


Cadastre-se e receba gratuitamente newsletter do site Investidor Institucional, com síntese das nossas notícias diárias. Preencha os dados abaixo e nos envie, inserindo a seguir o email ii@investidorinstitucional.com.br na sua lista de contatos para não sermos barrados como spam.
Li e concordo com termos e condições de uso